terça-feira, 4 de junho de 2013

Romantismo

Se há coisa que me revolta mesmo é falta de romantismo (e terrorismo, pior que isso só romantismo terrorista). Detesto que os homens tenham de se ajoelhar enquanto pedem as mulheres em casamento. Se é para acompanhar o pedido de casamento com uma demonstração física ao menos que façam uma coisa um bocado mais complexa, à altura do sentimento que estão a demonstrar.

Um flick-flack, malabarismo com gatos a fazer de bolas, um mortal à Fernando Couto ou tocar a ponta do nariz com a língua são demonstrações físicas bem mais românticas e muito mais dignas de sublinhar um momento tão importante na vida de uma pessoa como um pedido de casamento do que um reles ajoelhar.

Qualquer um se ajoelha, mas nem toda a gente consegue enfiar 15 cachorros na boca ao mesmo tempo. Alguma mulher diria que não a um pedido de casamento de um homem com tamanho talento? Quanto mais não fosse para o homem não morrer a pensar que ela lhe disse que não. Ninguém diz que não a um moribundo.

(excerto da minha candidatura para ghostwriter do Nicholas Sparks)
Enviar um comentário