segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Primeiro o Hitler fez o que fez, depois Judite de Sousa entrevistou Lorenzo Carvalho...

Pior do que a polémica à volta da entrevista de Judite de Sousa a Lorenzo Carvalho é o facto de eu ter visto uma entrevista do Lorenzo Carvalho.

Felizmente ainda consegui aprender alguma coisa com esta experiência. Percebi que não é obrigatório que todos os meninos ricos sejam betos. E já não é mau quando nos fazem questionar os nossos preconceitos...

Sempre achei que o ser beto era uma farda que distribuíam às pessoas que atingissem determinado estatuto económico. E que havia uma cerimónia em que alguém dizia algo do género: "Querido, agora pertences ao nosso exército. Pega lá esta farda da Gant e 90 euros para ires tratar desse cabelo". Mas afinal os ricos podem ser mesmo o que quiserem. Nunca pensei...
Enviar um comentário