terça-feira, 13 de janeiro de 2009

As maravilhas da tecnologia


Olá a todos! Estão a ouvir-me aí no fundo? Sim? OK! Só pedia aos da frente para não cochicharem tanto porque isso vai incomodar o pessoal que está lá atrás e vai-me obrigar a falar mais alto do que o que devia e eu não posso gastar muito a voz... Num dia normal não me importaria de gastar a voz. Mas hoje é um dia especial porque vou participar no Campeonato Nacional de Canto Tirolês... Eu e o José Figueiras. Apareçam! Vamos estar com uns daqueles calções com suspensórios, com um daqueles chapéus da Baviera e, no meu caso particular, com um daqueles óculos com nariz e bigode incorporados, não vá alguém conhecer-me... Já foi suficientemente incomodativo para a minha família quando descobriram que eu era um heterossexual, que de vez em quando bebia Coca Cola e que já tinha experimentado cerveja... Nunca mais entrei na igreja de cabeça erguida...

No outro dia fiquei surpreendido quando, ao abrir a revista Maria...

Lá estão vocês! Só porque só lêem de Proust e de Foucault para cima um homem não pode ler a revista Maria? Já não posso acompanhar as peripécias do Artur Albarran à vontade, sem ouvir as vossas boquinhas... Deixem-se disso, por favor!

Onde é que eu ia? Abri a revista Maria e qual não é o meu espanto quando, numa das páginas publicitárias reservada a anúncios para débeis mentais, encontrei uma invenção fantástica: um teste de gravidez por SMS. Ainda pensei que tivéssemos que colocar um pouco de urina no telemóvel, mas não, basta mandar uma mensagem para um número de 4 dígitos e está feito (conclusão: enchi o telemóvel de urina escusadamente).

Mandei uma mensagem e confirmei que não estava grávido. Foi um alívio!

(Agora a sério, fiquei depois a pensar se o público alvo de uma iniciativa destas eram os parvos como eu, que abrem de vez em quando a revista Maria... E não mandei a mensagem, obviamente, mas pensei nisso...)

Não pude deixar de imaginar um casal adolescente, o Quinzinho e a Marlene, nervosos à espera de uma mensagem que não confirmasse os seus temores de uma gravidez acidental... O alívio de receberem uma mensagem a dizer "Você não está grávida, tente de novo!" ou lá o que é que eles respondem a quem recorre aos seus serviços e 9 meses de crescimento ininterrupto da barriga da Marlene culminariam num saudável rebento com poucas hipóteses genéticas de vir a ser um indíviduo brilhante.

"A barriga está a crescer? Devem ser gases... Grávida não está porque nós já fizemos o teste!"

Melhor que este teste só o termómetro do amor, graças ao qual já acabei muitas relações. Não queria estar a fazer contas mas ora bem... tive duas relações... uma relação acabou porque ela não gostou muito da ideia de ter uma relação comigo para além da relação de duas pessoas que se encontraram uma vez na fila do Supermercado, a outra acabou graças ao termómetro do amor,... pelo menos foi o que ela me disse depois de pagar a conta do Supermercado e antes de fugir a correr... ou seja, 50% das relações que eu tive acabaram graças ao termómetro do amor. Acho que isto é um indicador bastante seguro do sucesso deste teste...

É por isso que, adoptei este hábito de não levar para diante nenhuma relação que tenha menos de 85% no termómetro do amor. Se já sabemos que não vai dar certo, para quê continuar? É isso e o mal-me-quer, bem-me-quer! Nunca falha! Até porque se começarmos a arrancar as pétalas por bem-me-quer, vai acabar em bem-me-quer... Felizmente descobri este truque a tempo de o trocar pelo termómetro do amor! Não sei o que faria sem algo que me indicasse que valeria a pena seguir em frente com uma relação ou não...

Acho também piada àquele teste que agora está muito em voga que nos diz qual a data da nossa morte. Deu-me muito jeito saber que não posso marcar nada para depois do dia 2 de Fevereiro de 2022. Já sabem, tudo o que for depois dessa data não contem comigo!

Há uns tempos vi também na televisão a publicidade a um software para o telemóvel que nos permitia, através de fotografias, identificar o tamanho da copa de uma mulher. Não deve ter tido grande sucesso porque nunca mais ouvi falar de tal coisa, o que é estranho tendo em conta a utilidade desta ferramente e o facto de esta estar a competir num mundo em que os testes de gravidez por telemóvel são um sucesso.

Acho que nunca tinham inventado nada tão útil desde aquele toque do Crazy Frog (confesso que um dia em que não ouça 50 vezes esse toque é um dia péssimo para mim... o Crazy Frog é o meu melhor amigo... Nos momentos maus, basta ouvir aquela voz calorosa e cristalina para tudo mudar... Além disso o seu abraço terno e um tanto ou quanto viscoso não deixa ninguém indiferente...Vocês sabem...). Aquele famoso problema que todos temos quando chegamos à beira de uma rapariga, que é o de não sabermos qual é o tamanho da sua copa deixa de existir a partir desse momento! Quantos momentos de embaraço não passámos nós por não sabermos o tamanho da copa de uma rapariga? Como eu vos compreendo, meus amigos...

Rapazes, fica aqui este conselho gratuito que vai certamente mudar a vossa vida. Não há nada que impressione mais uma rapariga do que um rapaz que consiga adivinhar o tamanho da sua copa. Não percam tempo com ginásio, roupas bonitas, palavreado fino, bom hálito, flores e perfumes caros! Façam o download deste programa, fotografem a rapariga dos vossos sonhos, dirijam-se a ela, na fila do Supermercado por exemplo, e digam-lhe:

- Desculpa lá, mas tenho estado a reparar em ti há algum tempo e não podia deixar de vir falar contigo... Tu és C 42, não és?

ou apenas:

- C 42!

Não falha! É sucesso garantido! Vai ser como se o cupido lhe tivesse acertado com a seta! Aprendam que eu não duro sempre...

Então e aqueles jogos em que temos que tentar comer mais bananas do que um macaco oponente, ou fazer mais flexões que um indivíduo que está ao nosso lado ou marcar uns penalties? Dizem que oferecem um toque de telemóvel... Não posso confirmar se isso é verdade porque farto-me de tentar ganhar esses jogos e nunca consigo. São muito complexos! Uma vez estive quase, quase a conseguir comer mais bananas do que o outro macaco, mas no último segundo ele ultrapassou-me. Tanta complexidade e jogos tão desafiantes fazem-me pensar que o prémio é algo de muito especial... Se não fosse, se o objectivo deles fosse só o de nos impingir publicidade indesejada, faziam uma coisinha mais simples para toda a gente conseguir.

Até logo!
Enviar um comentário