quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Perspectivas de futuro ou Guia para a Felicidade




Agora que estou prestes a ficar sem emprego é tempo de pensar no futuro. E todo um leque de de oportunidades se abre diante de mim.

Antes de abordar o meu brilhante futuro e para esclarecer qualquer mal-entendido que possa haver, devo desejar as melhores felicidades ao chimpanzé que me vai substituir:

Meu caro Barnabé, tenho a certeza que tudo vai correr pelo melhor. Tenho a certeza que, como chimpanzé bem treinado, vais ter bastante mais sucesso do que eu a desempenhar as minhas (e agora tuas) tarefas. Acredito que se te empenhares a sério ainda consegues chegar a director. Sem ressentimentos!

Não podia deixar o Barnabé a pensar que a nossa relação vai mudar só porque ele me tirou o emprego. Não sou daqueles humanos que culpam os animais por ficarem com os seus empregos. Os animais são essenciais para o desenvolvimento do país e, ainda por cima, aceitam trabalhos que os humanos não aceitam. Qual era o humano que gostava de ganhar a vida a puxar uma carroça? Qual era o humano que gostava que lhe dessem hormonas desde pequenino para crescer rápido a fim de servir para a alimentação de outros? Aí já não se importam, mas quando um animal luta por uma vida um pouco melhor do que a que tem já vêm para a rua gritar "animais, vão para casa".

Aceito, com todo o fair play, que um chimpanzé tenha ficado com o meu trabalho! E devo admitir que tem potencial para o desempenhar com uma maior competência.

Sobre o meu futuro, como já disse, não faltam oportunidades:


Ir para o Brasil gravar uma cassete com versões forró das músicas dos Abba

Sucesso garantido! Tenho a certeza que, em pouco tempo, o Mundo cantará, dançará e karaokerá o "Mamãe Minha" ou o "Rainha Dançante".


Destronar a google como líder da internet

Apesar de não ser tão aliciante como gravar êxitos dos Abba versão forró é capaz de dar algum dinheirito. O plano passará por fazer um motor de busca melhor, mais potente e mais inovador do que o Google. É daqueles planos tão simples que o falhanço é impossível. Mesmo assim elaborei um plano B que é contentar-me com o 2.º lugar. Não é tão bom mas monetariamente é igualmente aliciante...


Ganhar o prémio Nobel

Nada me fará ter mais sucesso junto do sexo feminino do que um prémio Nobel. Nunca vi um Prémio Nobel a queixar-se da sua vida amorosa, com excepção do Prémio Nobel da Economia de 1973 (chato, feio, mau hálito) e da Madre Teresa de Calcutá. É por isso que quero ganhar um Prémio Nobel. Ainda não sei qual... Talvez o da Física. Parece-me o mais fácil, até porque ultimamente ninguém tem feito nada de jeito nessa área. Para isso, tenho que fazer duas coisas: tirar o curso de Física (não sem antes ter explicações de Física do 12.º porque vim de Humanidades) e, depois, criar um paradigma que revolucionará a Ciência nos próximos 100 anos. Se Einstein e Newton conseguiram, porque é que eu não hei-de conseguir? Não sou menos do que eles e até tenho mais estilo... Já me estou a ver a entrar na discoteca, a subir à coluna e a sacar da medalha... O mulherio todo a entrar em estado de loucura e a pedir-me para recitar o discurso da cerimónia... Pode ser até que tenha oportunidade de conhecer a Merche Romero! Vale a pena ganhar o Nobel, acreditem...


Fazer algo altruísta

É óbvio que a vida não pode ser só dinheiro, sucesso e mulheres. É por isso que tenho que fazer algo altruísta como tornar-me um Médico Sem Fronteiras.

Ah! Mas tu não és médico...


Pois não, mas já tenho solução para isso...

Lá vem ele com a piada de que tem um plano de duas fases que passa por tirar o curso de Medicina e depois tornar-se médico sem fronteiras... Pelo menos é mais realista do que a questão do prémio Nobel, embora igualmente estúpido...

Enganas-te, não vou tirar curso nenhum de Medicina... Não preciso...

Não precisas? Como é que vais ser Médico Sem Fronteiras sem seres Médico?

Eu explico-te... Os Médicos Sem Fronteiras, normalmente, andam por sítios em que a vida das pessoas está por um fio. Dificilmente sobreviverão. Precisam apenas de uma palavra de esperança, de alguém que se preocupe genuinamente com eles e de antibióticos. Perante a morte, eu, como Médico Sem Fronteiras, só teria que fazer um ar abalado e, de lágrima no canto do olho, dizer emocionado:

- Voltámos a perder uma vida... Mesmo não querendo apegamo-nos sempre a esta gente...

E depois disto, disparar um grande e pertinente discurso sobre a merda de sociedade que permite que estas coisas aconteçam... Ocasionalmente teria que abrir uma pessoa ou outra a meio com o bisturi para provar que percebo do assunto... E até pode ser que consiga salvar algumas, já que sei mais ou menos onde está o apêndice... Tenho a certeza que a Angelina Jolie vai ficar impressionada...


Realizar um sonho de criança

Que melhor altura do que esta, em que estou sem emprego, para realizar um dos meus sonhos de criança? Pois é.... Vou aproveitar para me tornar jogador do Benfica. Estou convencido que, mal o Rui Costa me veja a dar um toque numa bola me contrata... Só tenho que ir para a porta de casa dele com uma bola, esperar que ele saia, dar dois toques e assinar o contrato. O Aimar que se cuide... Se pensarmos bem nesta questão, se houve pessoa a quem o chimpanzé tirou o emprego foi o Aimar... Este meu pezinho direito não perdoa...


Ser mais rápido, mais forte e chegar mais alto

Gostava de ganhar mais de 20 medalhas nos Jogos Olímpicos de Londres, destronando o Michael Phelps como o atleta mais medalhado de sempre. Como os Jogos são só em 2012 ainda tenho mais do que tempo para me preparar...

Já disse no Twitter e volto a dizê-lo, o Phelps não é nada de especial. Se eu me disciplinar durante um ou dois meses consigo facilmente batê-lo e limpar todas as medalhas da natação. Basta treinar três vezes por semana, comer mais massa e apanhar apenas duas bebedeiras semanais (depois dos treinos que é para estar descansadinho durante os dias de ressaca). Exige alguma disciplina e sacríficio mas acho que consigo...

Mas não é possível ganhar mais de 20 medalhas na natação.

Bem visto! Se não fosses tu não sei o que faria... Facilmente consigo limpar as medalhas do tiro (beber bem antes para não estar com delirium tremens), do hipismo (arranjar um bom cavalo e controlar-me com a bebida), do salto à vara (já fiz coisas mais difíceis graças ao álcool) e do taekwondo (quando bebo ninguém me pára)... Tendo em conta aspectos que não vou revelar também é possível que me deixem participar na prova de halterofilismo feminino.


Entrar numa grande produção de Hollywood

Entrar numa grande produção de Hollywood era algo a que achava piada apesar de ter um grande senão: não gosto nada de me ver na televisão. Teria que arranjar soluções como pôr o Keanu Reeves a fazer de duplo da minha cara ou obrigá-los a fazerem uma versão com a minha cara distorcida. Nada que não se resolva...


Acabar com a pobreza

Se tiver tempo gostaria de acabar com a pobreza. É algo que me incomoda muito e um dos grandes problemas da sociedade. Detesto quando vou na rua preocupado com questões tão pertinentes como o comprimento do pescoço da maior girafa do Mundo ou o verdadeiro significado da columbofilia e vêm ter comigo a pedir dinheiro ou comida. Chateia-me! É por isso que quero acabar com a pobreza! Não gosto que me abordem na rua! Chamem-me egoísta por querer acabar com este mal! Já que vou ser milionário (com o disco, medalhas, Prémio Nobel, etc.) permitam-me que desfrute de alguns luxos como acabar com algo que me dá cabo do juízo, que é a pobreza...


Aprender dança

Finalmente, gostava de entrar no mundo da dança. Acho que o Marco de Camilis é, de longe, o português com mais estilo de todos os tempos. Aprender a dançar tornar-me-ia mais próximo deste deus da dança e meu grande ídolo de infância. Marco, se estiveres a ler isto, um grande e apertado abraço... Continua assim...


Como vêem, tenho um futuro risonho à minha espera.

Imagino que tenham uma pergunta a passear nas vossas cabeças na expectativa de sair a qualquer momento. Eu antecipo-me: porque é que uma mente tão brilhante como a minha e com tantas perspectivas estava a fazer um trabalho que um chimpanzé bem treinado faria melhor? Eu respondo... Porque sempre foi o meu sonho fazer o trabalho de um chimpanzé...

Beijinhos fofos para todos e um especial para o Barnabé que tem como vantagem em relação a mim o facto de não interromper o trabalho para ir actualizar o Twitter... Se o fizesse diria certamente coisas mais pertinentes...
Enviar um comentário